Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

CRB teve superávit superior a R$ 4 milhões em 2023; confira detalhes!

Galo termina temporada com alívio financeiro, mas tem aumento nas despesas


				
					CRB teve superávit superior a R$ 4 milhões em 2023; confira detalhes!
Diretoria do Galo trabalhou para ter lucro na última temporada. Francisco Cedrim/CRB

O CRB divulgou o seu boletim financeiro de 2023 nesta quarta-feira (22). Como é de praxe, o clube detalhou as contas de suas despesas e receitas adquiridas entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano passado. A boa notícia é que o clube teve um superávit (lucro) de R$ 4.795.503,22, superando 2022, onde lucrou apenas R$ 24 mil.

A situação é um objetivo alcançado pela diretoria comandada pelo presidente Mário Marroquim, que trabalha para deixar o clube no "azul". No entanto, o Galo só conseguiu fechar suas contas com lucro devido ao dinheiro recebido pela Liga Forte Futebol. De acordo com o balanço financeiro, mais de R$ 9 milhões foram repassados ao CRB, correspondendo a 21% da receita.

Leia também

Ao todo, as receitas regatianas acumularam R$ 45.694.915. As principais fontes de renda foram referentes a participações em torneios. O Brasileiro da Série B rendeu mais de R$ 8 milhões. Já a participação do sócio-torcedor, fez o CRB faturar mais de R$ 1,4 milhão.


				
					CRB teve superávit superior a R$ 4 milhões em 2023; confira detalhes!
Torcedor fez parte de 3% do lucro do CRB em 2023. Francisco Cedrim/CRB

A principal receita do ano foi, mais uma vez, através dos patrocínios e emendas parlamentares. Ao longo dos 12 meses no ano, o Galo ganhou mais de R$ 16 milhões nesta área, R$ 3 milhões a mais do que recebeu em 2022.

Já as despesas do CRB acumularam-se até chegarem no valor de R$ 40.899.412, R$ 12 milhões a mais do que no ano anterior. Obviamente, o maior gasto foi com a folha salarial, onde entram direitos de imagem e encargos, que somaram quase R$ 25 milhões no ano.

Em rescisões contratuais e trabalhistas, o CRB gastou R$ 1 milhão, e outros R$ 2,3 milhões em premiação para atletas.

O documento foi analisado pelo contador Lailson Soares e assinado pelo presidente executivo Mário Marroquim.

DINHEIRO DA LIGA FORTE

Sendo um dos integrantes da Liga Forte Futebol (LFF), o CRB irá receber uma parte do valor da venda dos direitos comerciais, orçados em cerca de R$ 2,3 bilhões. Estima-se que o clube regatiano receberá mais de R$ 40 milhões nos próximos anos, mas os valores não foram detalhados no boletim.

Os clubes da LFF venderam 20% de suas receitas para os próximos 50 anos. Só em 2023, o CRB embolsou R$ 9.829.059 da LFF, mas não detalhou onde os recursos serão utilizados.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas