Com um pé na final, Coruripe recebe o rival Penedense na semifinal do Estadual

Alvirrubro Ribeirinho precisa golear no Clássico do Litoral Sul para alcançar a grande final da 2ª divisão

Neste sábado (2), às 19h30, o Gerson Amaral vai receber o Clássico do Litoral Sul mais decisivo dos últimos anos. Coruripe e Penedense se enfrentam pela partida de volta da semifinal da 2ª Divisão do Campeonato Alagoano. O confronto tende a pesar para o clube alviverde, que venceu a partida de ida, por 2 a 0, entretanto, o Alvirrubro segue sonhando.

Como chegam?

O Hulk vive um alívio tremendo após a vitória no jogo de ida. Mesmo com um atleta a menos durante boa parte do embate, o Coruripe conseguiu uma larga vantagem, de dois gols de diferença. Como prevê o regulamento, as equipes de melhores campanhas possuem a vantagem do empate no agregado, o famoso 'resultados iguais'.

Por conta disso, o Penedense terá que se virar nos 30, caso queira seguir sonhando com o retorno para a elite de Alagoas. No mínimo, o time ribeirinho precisa vencer por três gols de diferença, após a decepção com casa cheia do Alfredo Leahy.

CORURIPE

Um desfalque sabido é o do volante Carlos Rodrigo, expulso logo aos 30 minutos do primeiro tempo na partida de ida. Para o seu lugar, Felipe pode aparecer como um volante de origem ou Emanuel Cerqueira pode apostar em Thiago Uênis, que tem um estilo de jogo um pouco mais ofensivo.

No ataque, o colombiano Perea segue como problema. O centroavante tem convivido com problemas no joelho esquerdo e só estaria apto em uma possível finalíssima. Assim, Binho e Vô brigam por uma vaga. O último tem uma leve vantagem, por ter marcado na partida de ida. No mais, o Hulk deve jogar com: Gean; George, Willames José, Layan e Dudu; Wanderson, Thiago Uênis (Felipe), Mayck e Palhinha; Gabriel e Vô (Binho).

PENEDENSE

As coisas já não estão tão boas no clube ribeirinho. Além da gigantesca desvantagem, o Penedense terá que superar a torcida adversária, num Gerson Amaral que tem sido castigado pelas chuvas. O que pesa a favor do Alvirrubro é o seu forte e potente ataque. Ao todo, já marcou 14 gols na competição.

Porém, há algo que pesa contra a boa estatística. O time não terá o atacante Jonathan, artilheiro da Segundona, com cinco gols marcados. Jonathan sofreu um entorse no joelho, na última quarta-feira (29), e é carta fora do baralho. O também atacante Luciano Alagoano segue no DM e não enfrentará o Coruripe.

Para o confronto, o técnico Neto Dantas pode fazer alterações mais pesadas e ofensivas. David não joga na lateral e Kawã deve seguir improvisado. Drey pode ficar na ponta e Cantonilo ir para a lateral esquerda. Assim, o Penedense deve jogar com: Luiz Ricardo; Kawã (Joanderson), Cristiano, Henrique (Wanderson) e Cantonilo; Caio, Luiz Fernando, Polinho e Luiz Eduardo; Drey e Robério (Guerrero).

Arbitragem

Rafael Carlos Salgueiro (CBF/AL) apita o Clássico do Litoral Sul. Rafael terá Maxwell Rocha Silva (CBF/AL) e Lennon McCartney Farias (CBF/AL) como seus assistentes. Massau Claudino do Nascimento (FAF) será o quarto árbitro.