Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Com o grupo dividido em dois, CSA treina no CT do Mutange e na AABB

Time principal fez trabalhos com o técnico Marcelo Cabo e o outro participou de um jogo-treino e goleou por 12 a 1

Em preparação para o jogo contra o CEO, no próximo domingo, no Rei Pelé, pela 5ª rodada do Campeonato Alagoano, o time do CSA realizou treinamentos na tarde desta terça-feira (19) com o grupo de atletas dividido em dois. O grupo principal, composto pelos jogadores considerados titulares, treinou no CT do Mutange, sob o comando do técnico Marcelo Cabo; e os atletas considerados reservas, aqueles que não atuaram os 90 minutos na partida de domingo passado, participaram de um jogo-treino contra um selecionado da cidade de União dos Palmares.

E o CSA aplicou uma sonora goleada na equipe de União: 12 a 1. Os gols azulinos foram de Lucca Mota (3), Jhon Cley, Carlinhos, Cassiano, Mauro Silva (2), Lohan, Thiaguinho e Ramon (2). Já Lucivaldo marcou para a seleção de União.

Leia também

Os treinamentos no CT do Mutange ocorreram, nesta tarde, com os portões abertos à imprensa e à torcida. O motivo: para que todos pudessem ver a nova academia do clube, com novos e modernos equipamentos para os exercícios e a recuperação dos atletas.

Fala, garoto!


				
					Com o grupo dividido em dois, CSA treina no CT do Mutange e na AABB
FOTO: Ailton Cruz

"Graças a Deus fui campeão alagoano sub-20 e o professor (Marcelo Cabo) me deu a oportunidade e agarrei de braços abertos. No ano passado, ele me levou para algumas partidas da Série B, para pegar experiência, conversou comigo e, graças a Deus este ano estou mais experiente. A confiança do grupo também ajuda muito. E, daqui pra frente, se Deus quiser, é só crescer mais e mais", declarou o jogador.

Victor Paraíba encerrou dizendo que no começo nem queria ir para o CSA, mas hoje a emoção é enorme por estar na equipe profissional do Azulão. Para ele, é como se a ficha ainda não tivesse caído, como se diz na gíria. "Às vezes, quando me deito, ainda não caiu a ficha, passa pela mente tudo que eu passei. Mas hoje, eu estar aqui em um clube de Série A, com grandes jogadores, é uma emoção muito grande", revelou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X