Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Com CSA no G-4, Victor Paraíba se anima: 'Não podemos diminuir o ritmo'

Empate com o Figueirense, na última sexta-feira (8), deixou o Azulão na quarta posição da Série B do Brasileiro

O CSA deu um passo importante e conseguiu entrar dentro da zona de acesso à elite do futebol nacional ao empatar, por 0 a 0, com o Figueirense, na última sexta (8), no Estádio Orlando Scarpelli.

Ainda assim, o meia Victor Paraíba mantém os pés no chão e não quer ver acomodação.

Leia também

"Estamos indo para várias finais pela frente agora. Não podemos diminuir o ritmo. Tivemos uma campanha de recuperação no campeonato que nos levou à briga pelo acesso. Isso merece ser valorizado", disse.

Até o fim da Série B, o Azulão tem mais três jogos fora de casa, contra o Paraná, o Botafogo-SP e o Náutico. Victor pregou cautela e disse que qualquer vacilo, mesmo que fora de seus domínios e contra times inferiores na competição, pode custar a vaga para a Série A.

"O grupo está muito focado, mas com os pés no chão sempre. Não podemos errar agora. Qualquer vacilo pode nos custar essa vaga na Série A, que ainda está muito indefinida. O elenco vai lutar muito por ela", destacou.

Nesta terça (12), o CSA encara o Paraná, às 19h15, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba. "Vamos enfrentar um Paraná que é sempre muito forte em casa e está em busca da permanência na Série B. Temos que fazer um jogo seguro, sem erros, para vencermos", completou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X