CEO supera sequência sem vitórias de 2015, ano do seu último rebaixamento

Estrela do Sertão é o atual lanterna do Campeonato Alagoano, e com derrota no meio de semana, se aproxima de mais uma degola

A vida do torcedor do CEO não está fácil em 2021. Depois de uma decepcionante participação na Copa Alagoas, a campanha do Estadual tem sido ainda pior. Com seis partidas realizadas e apenas um ponto conquistado, o time sertanejo é o lanterna com pouco mais de 5% de aproveitamento, bem inferior do que foi em 2015, ano em que foi rebaixado pela última vez.

No Alagoano de 2015, o CEO começou com uma campanha promissora, foram 10 pontos conquistados na primeira fase. Inclusive, na fase seguinte, uma vitória por 1 a 0 sobre o CRB, no Édson Matias, mas em 2021 a situação já é desesperadora. Sem vencer há oito partidas, contando Copa Alagoas e Campeonato Alagoano, o CEO superou a sequência ruim de 2015, que foram seis jogos sem vitórias.

Apesar de ter feito boas partidas naquele Estadual, o regulamento foi duro com a Estrela do Sertão, mesmo com mais pontos que outros times, foi rebaixado pelo aproveitamento, sendo o pior entre todos os participantes que jogaram a competição, com oito pontos ganhos, caiu em último. A grande diferença é visualizada no ataque, por enquanto em 2021 o CEO marcou apenas dois gols em seis jogos, uma média terrível e fora da curva comparando com outras edições.

Agora o time de Olho d'Água das Flores terá apenas mais duas partidas para tentar se livrar da queda. Dependendo ainda de seus adversários, o CEO terá um confronto direito com o ASA na 7ª rodada, em Olho d'Água, e encerra sua participação na 8ª rodada, visitando o Jaciobá, no Clássico do Sertão. A dúvida fica sobre qual será a situação do time nessas últimas rodadas. Podendo chegar apenas a sete pontos, o clube pode até cair de forma antecipada.