ASA tem final de jogo avassalador, goleia o Coruripe por 5 a 1 e afasta chance de rebaixamento

Time arapiraquense tem sua melhor atuação e chega forte na briga pelas semis. Coruripe fica muito próximo do rebaixamento

Na tarde deste sábado (24) tivemos um belo confronto no Municipal Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. Abrindo a 8ª rodada do Alagoano, ASA e Coruripe se reencontraram pela primeira vez desde a final da Copa Alagoas. Mais uma vez, o Alvinegro também se deu melhor. Marcado por um grande início, o ASA venceu e tirou todas as suas chances de cair para a segunda divisão, já o Hulk agora precisa de combinações de resultados para seguir vivo contra a queda de divisão.

Daivison e Lázaro marcaram os gols com uma diferença muito curta de tempo. Nos dois lances aproveitaram falhas grotescas da defesa alviverde. Edson Kappa matou o jogo no segundo tempo com um belo chute de longe, Thiago Potiguar e Adailson completaram a goleada. O resultado, além de salvar o ASA de uma queda, levou o time momentaneamente para o G-4 do Estadual, com 10 pontos. Agora o Gigante aguarda o encerramento da rodada para ver a situação que se encontrará na última rodada.

Zé Artur marcou para os praianos, mas o Coruripe fica respirando por aparelhos e torcendo por um milagre neste domingo (25). A derrota deixou a equipe com apenas quatro pontos, na vice-lanterna e com mais uma partida para realizar. O milagre pode vir da partida Jaciobá x CEO. O Hulk precisa de pelo menos um empate para seguir com chances de permanência. Caso o JAC vença, o clube alviverde estará matematicamente rebaixado.

Agora ambas as equipes se preparam para a rodada de encerramento do Campeonato Alagoano. As partidas serão realizadas no próximo dia 05 de maio, todas às 20h. O ASA visita o Murici no José Gomes da Costa, precisando vencer para chegar as semifinais. O Hulk vai receber o Desportivo Aliança no Gérson Amaral, mas a situação que se encontrará depende do encerramento da rodada.

Primeiro tempo

O início do jogo parecia que seria dominado pelos visitantes, já que o desespero fez o Hulk partir pra cima do ASA. O Coruripe até conseguiu chegar, mas não tinha qualidade nas suas jogadas, e foi por conta dessas falhas que o primeiro gol do Gigante saiu. Após um lance equivocado da defesa coruripense, o atacante Daivison recebeu sozinho, só fez invadir a área e bater com qualidade no canto, abrindo 1 a 0 para o ASA, com 13 minutos.

Era uma ducha de água fria para o Hulk, que ficou pior. O time alviverde pareceu assustado com o gol veloz dos donos da casa, e seguiu levando pressão. Carlos Magno teve uma chance de ampliar, a defesa conseguiu impedir quase totalmente, porque no rebote o ex-Coruripe Lázaro só empurrou para o gol vazio com 17 minutos. O Gigante arapiraquense conseguiu abrir 2 a 0 em menos de cinco minutos.

Time arapiraquense marcou dois gols em menos de cinco minutos e saiu vencedor na primeira etapa - Foto: Remir Laranjal - Ascom ASA

Segundo tempo

A etapa final começou com uma nova esperança para o torcedor alviverde. Em cruzamento na área arapiraquense, Zé Artur aproveitou o rebote da defesa e chutou no gol vazio, diminuindo a vantagem com apenas dois minutos do segundo tempo. A partir daí foi uma pressão do Coruripe, principalmente na bola aérea, enquanto o ASA se segurava.

O desespero fez o técnico Janio Fialho mexer no time com mais atacantes e tirando peças da defesa, porém as alterações não funcionaram. O Gigante foi paciente e achou mais um gol. Edson Kappa dominou na entrada da área e bateu colocado no canto, abrindo 3 a 1 com 34 minutos da etapa final, praticamente decretando a vitória Alvinegra.

O pensamento era que pior não poderia ficar, mas ficou. Em um lance muito parecido com o primeiro gol, Thiago Potiguar foi lançado e bateu no canto direito: 4 a 1 aos 44' do segundo tempo. A defesa do Coruripe ainda conseguiu a proeza de atingir o vigésimo gol sofrido em todo o Estadual, quando Lázaro fez a jogada pela direita e cruzou rasteiro para Adailson tocar leve para o gol vazio: 5 a 1 para o ASA aos 48'. Por sorte, já não restava tempo para mais, o Coruripe tomou mais uma contundente goleada: 5 a 1.

Ficha técnica

ASA - Dida; Lázaro, Caíque Baiano, Marcelo e Ítalo; Zé Wilson (Marcos Antônio), Johnnathan e Carlos Magno (Thiago Potiguar); Gabriel (Adailson), Vinícius (Edson Kappa) e Daivison (Fernandinho). Técnico: Ademir Fonseca

Coruripe - Erick; João Felipe (Pedrinho Torres), Zé Rafael, Beto (Hudson) e Jordan; Álvaro, Polinho (Rayhan) e Leandro Sardinha; Gustavo, Zé Artur e Everson. Técnico: Janio Fialho

Cartões amarelos - Ítalo (ASA); Everson (Coruripe)

Árbitro - Márcio dos Santos Oliveira

Assistentes - Ruan Luiz de Barros Silva e Fernanda Felix da Silva

Quarto árbitro - Carlos Alberto Matias Eloi Junior