ASA reage a vacilo do Dínamo e conquista vitória suada em Arapiraca: 1 a 0

Siri perdeu pênalti no segundo tempo, e poucos instantes depois, tomou o gol, que devolveu a liderança do Grupo A ao Alvinegro

O ASA venceu o Dínamo por 1 a 0 neste domingo (16), pela 2ª rodada da Copa Alagoas 2022. A bola rolou às 16h no Fumeirão, em Arapiraca. Com o resultado, o Gigante chegou a seis pontos e retomou a liderança do Grupo A. Por sua vez, o Dínamo segue na 3ª posição do Grupo B, com os mesmos três pontos conquistados na vitória de estreia sobre o Jaciobá.

Calendário

As equipes voltam a campo pela competição apenas no dia 30, daqui a 15 dias. Isso porque o ASA estreia no Campeonato Alagoano nesta quinta-feira (22), contra o Jaciobá, no Estádio Juca Sampaio.

Depois, já pela Copa Alagoas, visita o Murici no José Gomes da Costa, enquanto o Dínamo recebe o Desportivo Aliança no Estádio Cariri, em Santa Luzia do Norte. A bola rola às 15h nas duas partidas.

PRIMEIRO TEMPO

Os mandantes saíram com os três pontos, mas considerando o que o Dínamo fez nos 90 minutos, o empate não teria sido nenhuma surpresa. Diante do bicampeão do torneio, a molecada do Siri não se intimidou e conseguiu suportar a pressão do Alvinegro até conseguir atacar pela primeira vez aos 34 minutos de jogo.

Antes, o Gigante teve três chances de abrir o placar. Aos 5', Assis cobrou escanteio e Xande cabeceou perto da meta oponente. Instantes depois, Michel finalizou forte da meia direita para grande defesa de Michael. O lance agitou os torcedores presentes. Posteriormente, Anderson experimentou de longe e tirou tinta do travessão do arqueiro do Siri.

Jogo no Fumeirão foi movimentado do início ao fim e guardou emoções para o final - Foto: Remir Peixoto - Ascom ASA

Até que, em rápido contra-ataque contra dois defensores do ASA, Stonny invadiu a pequena área, mas, ao tentar finalizar, se atrapalhou no lance. Ainda, Ruan pegou o rebote e chutou para o alvo, rasteiro, todavia o zagueiro Benne salvou no carrinho, vibrando muito, inclusive.

Muita correria, marcação alta e faltas resumiu a partida daí por diante. Antes do intervalo, porém, o meia Valdivia cobrou falta com categoria, carimbando o travessão do Dínamo.

SEGUNDO TEMPO

A dinâmica de jogo aberto, e com chances de gols a favor de ambos os times, continuou na etapa final. Aliás, nesta, houve muito mais emoção. Em suma, o Dínamo teve nos pés de Ruan a chance de surpreender e possivelmente sair de Arapiraca com uma vitória maiúscula.

Contudo, sofreu as consequências por não ter aproveitado a melhor chance no duelo: uma penalidade bastante polêmica. Antes disso, aos 19 minutos, Benne quase colocou o ASA na frente. Em bola parada, o atacante subiu mais que todo mundo e cabeçou no ângulo, mas Michael novamente impediu a conclusão da jogada.

Torcedores do ASA marcaram presença no Fumeirão e vibraram muito com a vitória - Foto: Remir Peixoto/Ascom ASA

Aos 34', veio o lance mais inusitado da partida: Deola e Daniel correrram em direção a bola. Na dividida, o árbitro assinalou pênalti a favor dos visitantes para desespero da torcida local. Ruan foi para a cobrança e ... isolou.

O castigo veio na sequência. Motivado com erro do adversário, o ASA chegou no tento do triunfo. Fidelis levantou a bola no bico da grande área. Desarrumada, a zaga do Dínamo só viu o atacante Anderson, invadir a pequena área, levantar a cabeça e fuzilar marcar o gol da vitória: 1 a 0.