Artilheiro do CSA no ano, Dellatorre comenta boa fase e fala sobre o duelo com o Coritiba: 'Verdadeira final'

Atacante chegou à marca de 50 jogos pelo Azulão no empate com o Confiança. No domingo, às 16h, as equipes se enfrentam no Couto Pereira

Dizem que no futebol "todo bom time começa com um bom goleiro". A mesma analogia vale para o camisa 9 dentro de campo, um dos atletas bastante cobrados, aliás, pela importância de mandar a bola para a rede. No CSA, Guilherme Dellatorre é este homem de frente, que vem correspondendo às expectativas da comissão técnica, dos companheiros e da torcida, em jogos válidos pela Série B do Brasileiro.

No empate com o Confiança, ele chegou à marca de 50 jogos em 2021 e é o artilheiro do time marujo neste período, com 23 gols marcados e quatro assistências. "Acredito que mostra o profissionalismo que estou tendo. Me cuido bastante fora das quatro linhas, pensando em jogar o máximo de jogos possíveis em alto nível. Todo esse cuidado reflete dentro de campo. Não me lesionei e estou ajudando o time com gols. Sem dúvida, tem sido um ano muito especial para mim", admitiu o goleador.

Só para o torcedor ter uma noção da importância do jogador, em 36 partidas pela Segundona, o Azulão marcou 43 gols, até então, e 11 foram fruto da inteligência ofensiva do centroavante, o qual balançou a rede adversária nas vitórias sobre Ponte Preta (2 a 1), Confiança (0 a 2), Brusque (4 a 1), Vasco (1 a 3) e Remo (2 a 0). Também no empate com Vila Nova (1 a 1) e Avaí (1 a 1). E, por fim, nas derrotas para Operário-PR (2 a 4) e Goiás (3 a 1).

Mas não para por aí. Dellatorre também marcou duas vezes na Copa do Brasil [sobre Guarany de Sobral, por 5 a 1, e no empate com o Remo, por 1 a 1), quatro vezes no Alagoano (nas goleadas sobre Jaciobá (4 a 1), CEO (5 a 0) e CSE (3 a 0)], e seis vezes na Copa do Nordeste: contra Treze (1 a 1), Santa Cruz (1 x 2), Bahia (2 a 0), 4 de Julho (2 a 2) e Fortaleza (2 a 1), mutuamente.

Dellattore ao lado de Iury Castilho. Ambos sãos os artilheiros do Azulão do Mutange - Foto: Augusto Oliveira / CSA

Restando dois jogos para o término da competição, o objetivo do atacante é garantir o Azulão na elite do futebol nacional novamente em 2022. A saber, a equipe está invicta há cinco jogos (três vitórias e dois empates, nesta ordem) e se encontra na 7ª posição, com 56 pontos, a três do Guarani, que abre o G4. Para o atacante, isso reflete a força do elenco.

"Temos um elenco muito forte e experiente. São atletas acostumados com esse período decisivo. Por isso, estamos invictos há bastante tempo. Conseguimos suportar bem a pressão dos rivais. Estamos sabendo sofrer e quando as oportunidades são criadas o nosso time tem executado com muito êxito", emendou.

Neste domingo, às 16h, o CSA visita o Coritiba, no Couto Pereira, pela 37ª rodada da competição, precisando vencer para permanecer com chances de acesso. Quanto ao Coxa-Branca, já está garantido na Série A do ano que vem e disputa o título com o Botafogo. Dellatorre disse que o não falta é motivação para surpreender o Verdão.

"Esse jogo é uma verdadeira final e estamos encarando assim. O estádio estará lotado, campo em boas condições e nós motivados por essa vitória para conquistar o nosso acesso. Um cenário perfeito para impormos o nosso estilo de jogo e sairmos de Curitiba com um grande resultado", finalizou.