Após 14 jogos, CSA tem campanha idêntica ao Goiás de Ney Franco em 2018

Hoje no CSA, o técnico teve campanha parecida no time goiano, onde conseguiu o acesso em 2018

A derrota contra o Botafogo na noite de terça-feira (27) freou uma possível arrancada do CSA no pelotão de cima da Série B. Agora com 18 pontos, a equipe alagoana ocupa a 12ª colocação, podendo ser ultrapassado pelo Remo, que tem um jogo atrasado. Com um aproveitamento de 42,9%, o início ruim foi o principal fator dessa pontuação, porém, o atual técnico azulino, Ney Franco, passou por uma situação bem parecida em 2018.

Naquela temporada, o Goiás também iniciou a Série B com maus resultados e resolveu contratar Ney Franco para a recuperação. A coincidência aparece quando, na 14ª rodada daquela segundona, o Goiás também chegou a 18 pontos, com cinco vitórias, três empates e seis derrotas, números iguais aos atuais do CSA.

O time alviverde estava na 10ª posição, porém também a cinco pontos do G-4, assim como Azulão está hoje, em relação ao quarto colocado atual (que é o próprio Goiás). A única grande diferença são os gols marcados e sofridos. Hoje, a defesa do CSA é melhor do que daquele Goiás, com seis gols a menos sofridos, entretanto o ataque tem quatro gols a menos marcados.

Ney Franco conseguiu um dos acessos mais emblemáticos do Goiás, em 2018 - Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás E.C.

Para o torcedor azulino que gosta de se apegar aos números, naquela temporada, a mesma que ocasionou no acesso marujo, o Goiás de Ney Franco também subiu, mesmo que aos trancos e barrancos. O time goiano terminou sua campanha com 60 pontos, 18 vitórias, seis empates e 14 derrotas, tendo ascendido no quarto lugar.

Mesmo com a derrota para o Botafogo, a atual situação do clube alviceleste superou a de 2020, quando terminou em 5º. Na temporada passada, o CSA chegou no 14º jogo com 16 pontos, cinco vitórias, sete derrotas e um empate, por coincidência também em 12º lugar.

Focado em ficar na parte de cima da tabela, o CSA terá mais um desafio fora de casa e uma vitória pode deixar o time de olho gordo pra cima do G-4. A equipe alagoana encara o Remo, em Belém, no próximo domingo (1º), às 18h15.