Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > ESPORTES

Alagoano Lipe Detona derrota mexicano e vence a primeira no UFC

Combate foi na noite desse sábado (24) e brasileira soma cartel 1-1 na empresa

O alagoano Felipe dos Santos, o Lipe Detona, fez sua segunda luta no UFC na noite desse sábado (24). O páreo foi duro, já que o brasileiro encarou Vitor ''El Magnífico'' Altamirano, que lutou no México, seu país-natal. Porém, não teve torcida que impedisse a vitória de Lipe, que conquistou a decisão dos juízes.

Foram 15 minutos de uma batalha intensa. Lipe foi declarado vencedor por dois juízes terem dado a vitória por pontos, enquanto um único deu os pontos para Altamirano.

Leia também

Com a primeira vitória no UFC, Lipe Detona alivia a pressão e, agora, terá mais tranquilidade para buscar uma sequência positiva. O atleta integra a equipe 'Chute Boxe Diego Lima', ou seja, é parceiro de treino de Charles Oliveira e é um dos lutadores mais agressivos do peso-mosca da companhia.

Felipe dos Santos, de 23 anos, é uma das promessas do Brasil no MMA. O atleta iniciou sua trajetória no esporte em 2019 e estreou no UFC em 2023. Até o momento, 'Lipe Detona' construiu um cartel composto por oito vitórias, uma derrota e um 'no contest' (sem resultado). No UFC, agora ele soma um cartel 1-1.

A luta

Lipe começou de forma agressiva na trocação. Empolgado pelo público, Altamirano também levou perigo em pé. Ágil, o brasileiro assustou o oponente ao aplicar um sequência de socos. Na metade do primeiro round, o mexicano optou pela luta agarrada e quedou o rival com frequência. O brasileiro até tentou uma guilhotina, mas não teve sucesso. Ao buscar a aproximação, Lipe não conseguiu se defender da nova queda do adversário.

No segundo assalto, Altamirano acertou um chute rodado na linha de cintura de Lipe, que caiu no octógono. Sem se desesperar, Lipe avançou no cage e procurou atacar com socos. Estratégico, o mexicano voltou a quedar o oponente. Por baixo, o brasileiro buscou a finalização via triângulo, mas sem sucesso. Agressivo, Lipe acertou um potente cruzado no adversário, que acusou o golpe na hora. Frio, Altamirano se recuperou e derrubou o rival novamente.

Na terceira parcial, Lipe voltou de forma violenta e, no solo, tentou o mata-leão. Apesar da dificuldade, Altamirano sobreviveu. Afiado, o brasileiro seguiu acertando o alvo. Em desvantagem na trocação, o mexicano buscou a queda e levou o oponente para baixo. Em pé, Lipe mostrou efetividade nos cruzados e caçou o oponente no cage. Ao final dos 15 minutos de luta, o brasileiro.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Relacionadas