Torcedor tatua placar histórico do jogo entre CRB e Vitória

Assessor de imprensa do clube disse à Gazetaweb que não se arrepende de ter feito a tatuagem e que esse foi o jogo mais marcante da vida dele

A goleada do CRB sobre o Vitória, por 6 a 0, pela Série B do Brasileiro, no último domingo (10), ficou mesmo na história. E muitos torcedores regatianos vão ficar com essa goleada marcada para sempre na memória - e na pele. Isso mesmo. Torcedor declarado do Galo, que trabalha no clube como assessor de imprensa, Rafa Peixe fez uma inédita tatuagem na panturrilha, justamente para comemorar e deixar marcada em seu corpo.

É um placar que, ainda hoje, ele não acredita que aconteceu em favor do seu clube de coração. "Ainda hoje entro no perfil do CRB, ainda procuro no Google para ver se realmente foi verdade, porque foi uma vitória de um time, claro, muito competente, que poderia fazer esse resultado, mas que ninguém estava imaginando. Todo mundo que a gente conversava antes do jogo, era 1x0, 2x0, 2x1, 3x0 no máximo, mas não um 6x0", disse Rafa Peixe.

Segundo ele, cada gol que foi saindo foi surreal. "Viver aquilo foi muito simbólico. E não é a questão de tatuar pensando em um acesso, pensando em um título, foi simplesmente aquela partida, porque, sem dúvidas, esse foi o jogo da minha vida. Eu nunca vivi no estádio e nem tinha assistido pela TV".

E continuou: "Para mim, esse é o jogo mais marcante da minha vida. Eu acredito que a gente ainda não tem a dimensão do que aconteceu no domingo, sabe? Daqui a uns 10, 20, 30 anos a gente vai saber o que a história foi contada ali, e que eu não tive dúvida, não pensei duas vezes, claro, é uma decisão muito importante, se tatuar alguma coisa, mas como também eu já fiz muitas tatuagens, eu não tenho medo".

O assessor do Galo disse, ainda, à Gazetaweb, que não vai se arrepender do que fez, no caso, a tatuagem que já faz sucesso nas redes sociais. "Todo mundo tem de tatuar algo. E, para mim, eu tenho certeza que eu nunca vou me arrepender, porque foi um jogo muito marcante, foi para mim o maior jogo, e se acontecer outro, futuramente, esse vai continuar sendo o primeiro, né? A goleada histórica em cima de um time nordestino, um clássico nordestino, a gente in loco, lá toda a equipe, eu trabalhando dentro do clube, no Rei Pelé".

"É uma partida, um momento, um dia, tanto é que eu coloquei a data, justamente para marcar esse dia, independentemente do campeonato, do que for acontecer para frente, sabe?", encerrou.

Na tatuagem, o fanático regatiano colocou o placar do jogo, a data, a competição, os tempos em que eles foram marcados e os autores dos mesmos.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p