Na estreia de Cabo, CSA perde para o América-RN em pleno Rei Pelé: 1x0

Com uma atuação fraca, Azulão sofre gol na bola parada e chega ao terceiro jogo sem vencer na Série C

A fase não está nada boa! Na noite desta quarta-feira (28), em pleno Rei Pelé, o CSA teve uma atuação tenebrosa e foi derrotado pelo América de Natal por 1 a 0. O duelo, válido pela 10ª rodada da Série C, marcou a reestreia de Marcelo Cabo no comando técnico da equipe. Entretanto, nem isso foi suficiente para encerrar a sequência negativa na competição.

O Azulão alcançou o terceiro jogo seguido sem vencer, sendo que duas partidas foram no Rei Pelé contra times do Z4. O gol da vitória americana saiu aos 22 minutos do segundo tempo, com Jean Pierre.

A situação azulina na tabela não mudou, mas, a equipe termina a rodada fora do G8. O CSA é apena os 12º colocado, com 13 pontos. Já o América renasce e vai dormir fora do Z4. Os potiguares estão na 15º colocação, com 12 pontos.

Jogo foi válido pela 10ª rodada da Série C - Foto: Morgana Oliveira

O CSA terá que viajar para a próxima rodada da Série C. O clube azulino atua apenas no próximo domingo, dia 2 de julho, enfrentando o Volta Redonda, no Estádio Raulino de Oliveira, às 19 horas. O Mecão terá mais um jogo fora de casa, porém, a viagem é bem mais longa. Na segunda-feira, dia 3, o América visita o São José, no Passo D'Areia, em Porto Alegre, às 20h.

PRIMEIRO TEMPO

Nas arquibancadas, a torcida estava bem animada. Em campo, o duelo era bem mais amarrado. Com isso, o CSA utilizou muito a jogada área para tentar assustar os americanos nos primeiros minutos. Foram 10 minutos de poucas jogadas criadas e nenhum trabalho para os goleiros.

Com 12min, João Lucas colocou Rafinha na cara do gol, mas os atacantes do América trombaram e desperdiçaram uma chance clara. O Azulão só conseguiu assustar com 15 minutos. Bruno Matias chutou de fora e Pianissolla defendeu em dois tempos no canto. O lance empolgou os azulinos. Tomas Bastos tentou aos 16min e a redonda saiu com perigo.

O América se armou no contra-ataque. Com 21 minutos, após uma sobra na cobrança de escanteio, João Lucas experimentou de fora e isolou. No mais, o confronto seguiu muito lento. Em uma das poucas triangulações, Taliari fez o pivô para Cedric, que finalizou torto, com 28 minutos.

Partida foi bem disputada no Trapichão - Foto: Morgana Oliveira

Aos 30 minutos, a bola finalmente pingou na área do América. Em um lance rápido, Rodolfo tocou para Taliari, que ficou sozinho, frente a frente com o goleiro. Porém, Bruno Pianissolla foi mais veloz, travando a finalização do marujo. O América respondeu à altura e quase fez 1x0. O cruzamento saiu pela direita, aos 38min, e Rafinha subiu mais que todos, obrigando Dalberson a fazer uma defesaça.

Os goleiros começaram a se destacar nos minutos finais da etapa inicial. Com 40, Pianissolla trabalhou novamente, quando Tomas mandou um foguete de longe. O CSA foi bem ofensivo na reta final, porém, faltava qualidade. O Mecão se segurou e o primeiro tempo terminou zerado.

SEGUNDO TEMPO

Marcelo Cabo preferiu não mexer na equipe, enquanto o América voltou com duas modificações. Mesmo assim, as equipes ainda pareciam pouco criativas. Com 10min, ainda sem finalizações, Cabo sacou Rodolfo Potiguar e acionou o centroavante Jô.

Com 14 minutos, finalmente uma chance perigosa. Taliari roubou a bola no campo de ataque e cruzou com perfeição para Robinho. Porém, o atacante escorregou feio, pegando mal na bola. Mais uma oportunidade desperdiçada. O América tinha um pouco mais de chegada, entretanto, vacilando no último passe.

Mudanças surtiram efeito no América - Foto: Morgana Oliveira

Em resposta a um ataque alvirrubro, Jô teve uma chance de ouro. Em novo lance rápido, o atacante invadiu a área após passe de Robinho. Jô até tirou do goleiro, mas a bola foi delicadamente para fora, com 18min. As finalizações ruins tiraram a torcida do sério no Rei Pelé. Com se não bastasse os lances ruins, o América quase fez com Araújo, aos 21min, mas a defesa salvou.

A defensiva azulina só não conseguiu segurar na bola área. Em cobrança de escanteio, a zaga dormiu e o capitão Jean Pierre subiu mais que todo mundo para cabecear a bola no fundo das redes: 1 a 0 para o Mecão.

O psicológico do Azulão foi abalado com o gol. Já o América sentiu que o momento era bom e seguiu apertando. Incomodado, Marcelo Cabo fez três mudanças de uma vez, acionando Rhuan, Marciel e Luis Felipe. Aos 34 minutos, quase pintou o segundo. Elvinho recebeu na área, cortou a defesa, mas finalizou fraco, para a defesa de Dalberson quase em cima da linha.

CSA não encontrou forças e perdeu para o América-RN rodada passada - Foto: Morgana Oliveira

Desarrumado, o CSA pouco atacou. Taliari arriscou de fora aos 41 minutos, mas a bola subiu. Com 44min, foi Tomas quem tentou e a redonda estufou a rede pelo lado de fora. Já aos 45min, uma chance inacreditável foi desperdiçada. A bola pingou na grande área e sobrou com Luis Felipe, que chutou bem, mas Bruno fez uma defesa incrível.

Virou um verdadeiro bombardeio contra o gol do Mecão. Jô tentou com 46min, de cabeça, mas Pianissolla estava inspirado. Em uma falta perigosa aos 49min, Tomas Bastos novamente errou o alvo. Os ânimos ficaram exaltados e o Azulão tinha um aparente nervosismo, que pesou na hora das conclusões. Com 52 minutos, o árbitro encerrou o jogo: CSA 0x1 América de Natal.

FICHA TÉCNICA

CSA - Dalberson; Arnaldo, Ednei, Rafael Forster e Ernandes (Rhuan); Bruno Matias, Cedric (Marciel), Tomas Bastos e Rodolfo Potiguar (Jô); Robinho (Luis Felipe) e Gabriel Taliari. Técnico: Marcelo Cabo.

América-RN - Bruno Pianissolla; Luan Salles, Jean Pierre, Alan Ferreira e João Lucas, Rodriguinho, Vini Guedes (Kaio César) e Léo Rafael (Araújo); Rafinha, Gabriel Silva (Gustavo) e Álvaro (Elvinho). Técnico: Thiago Carvalho.

Gols - Jean Pierre (ARN - 22'/2T)

Cartões amarelos - Vini Guedes (ARN), Thiago Carvalho (ARN), João Lucas (ARN), Kaio César (ARN), Araújo (ARN), Arnaldo (CSA), Gabriel Taliari (CSA)

Árbitro - Paulo Roberto Alves Júnior (CBF/PR)

Assistentes - Ivan Carlos Bohn (CBF/PR) e Jefferson Cleiton Piva da Silva (CBF/PR)

Quarto árbitro - Rafael Carlos Salgueiro Lima (CBF/AL)

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p