Em partida eletrizante, Murici vence por 2x1 a equipe do CSE

Com direito a golaço de fora da área, Verdão venceu de virada o Tricolor e dorme na liderança do Alagoano na noite deste sábado (20)

Na tarde deste sábado (20), a bola rolou pela primeira vez no Campeonato Alagoano 2024, com um duelo que ficou marcado pela intensidade das equipes e a luta do time da casa para sair vitorioso.

A partida, que foi realizada no Estádio José Gomes da Costa, contou com a presença da torcida alviverde, que apoiou o time do começo ao fim, sendo também protagonista do confronto.

O provisório líder Murici, tem o próximo compromisso fora de casa - no Rei Pelé - contra o CRB, na próxima quarta-feira (24), às 20h30. E o CSE joga em seus domínios - no Juca Sampaio - o Clássico do Agreste, contra a equipe do ASA, na quinta-feira (25), às 20 horas.

PRIMEIRO TEMPO

As equipes iniciaram o jogo em alta velocidade, pouca posse de bola e muitas faltas táticas. Aos 9 minutos, em contra-ataque perigosíssimo Moraes cruzou com veneno na pequena área e o centroavante Palacios finalizou mascado no travessão.

Embora o CSE tivesse mais a posse de bola, a equipe da casa adotou uma postura mais defensiva, apostando na velocidade dos seus atacantes nas costas da defesa do time de Palmeira dos Índios. E novamente em chute da intermediaria, Mucuri soltou o pé e Pedro Campanelli fez boa defesa, afastando o perigo.

Aos 25 minutos, o árbitro João Pedro Silva marcou pênalti para a equipe tricolor. Tito foi para a cobrança, bateu firme, no canto esquerdo, marcando o primeiro gol do Alagoano 2024: 1 a 0 para o CSE.

E, em mais uma jogada trabalhada pela ponta esquerda, Moraes cruzou rasteiro e Palacios colocou a bola de carrinho, para o fundo do gol, empatando o confronto: 1 a 1.

Na trave! Em cobrança de falta perigosa, Mayron carimbou a trave do goleiro tricolor, dando os números finais à primeira etapa, que terminou sem ninguém na vantagem.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa não perdeu a intensidade e começou a 100 km/h com uma defesaça do goleiro do Verdão, em um chute na pequena área do atacante Tito.

Com 14 minutos de jogo, as equipes mostraram um incômodo maior com a arbitragem e muitas faltas marcadas. Após reclamação da não marcação de um pênalti, os jogadores e a comissão técnica do Murici se exaltaram, sobrando até cartão vermelho para o preparador de goleiros.

Aos 26 minutos, em uma jogada que foi tramada por uma excelente virada de jogo para o ponta direita alviverde Tarcísio, ele puxou para o meio e finalizou para a defesa firme do goleiro Pedro Campanelli.

Aos 32 minutos, o meio-campista Mateus Paragominas soltou um petardo, de fora da área, e carimbou o travessão da equipe tricolor. A partida tomou contornos favoráveis para os donos da casa.

Golaço do Murici! Em chute de rara felicidade e de muito longe, Mateus Paragominas acertou o ângulo, para vencer Pedro Campanelli e colocar o Verdão à frente no placar: 2 a 1.

O CSE tentou reagir praticamente no último lance do jogo, em cobrança de falta batida por Geuvânio, porém, o atacante bateu fraco, ficando fácil para a defesa do goleiro.

Logo após, o árbitro encerrou a partida e a torcida do Murici comemorou o resultado que coloca o Verdão na liderança, ao lado CRB, segundo colocado por causa dos gols pró.

FICHA TÉCNICA

Murici - Alexandre; João Carlos; Alex; Mayron; Erick; Mazinho; Dinda; Morais; Rodrigo Mucuri; Palacios; Tarcísio. Técnico: Alysson Dantas

CSE - Pedro; Caio; Gilmar; Hitalo; Thalles; Edinho; Felipe; Luiz Jeferson; Grafite; Tito

Gols - Tito (CSE); Palacios(Murici); Mateus Paragominas(Murici)

Arbitro - Joao Pedro da Silva Braga

Assistentes - Esdras Mariano de Lima Albuquerque; Jessica Alves Bomfim

Quarto árbitro - Massau Claudino do Nascimento Silva

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p