Coruripe repudia atuação da arbitragem contra o CSA: "Revoltante"

Hulk se sentiu prejudicado no lance do pênalti que originou o único gol marujo

A vitória do CSA sobre o Coruripe segue dando o que falar, sobretudo no Litoral Sul do Estado. A diretoria do Hulk Praiano lançou uma nota de repúdio nesta segunda-feira (22), criticando a atuação do árbitro João Paulo dos Santos Nascimento (FAF).

A principal crítica do Alviverde é em relação à marcação de um pênalti, aos 37 minutos do segundo tempo, após dividida do zagueiro Dedé, com o meio-campista Gustavo Xuxa. Apesar das reclamações, o azulino foi para a cobrança e garantiu a vitória do CSA, por 1 a 0.

Na nota, o Coruripe usou palavras fortes para relatar seu descontentamento e disse que João Paulo foi tendencioso em sua decisão.

"A Associação Atlética Coruripe vem, por meio desta, reforçar o total descontentamento e repudiar veementemente o pênalti tendencioso, premeditado e articulado marcado pelo árbitro João Paulo dos Santos Nascimento, no jogo do Campeonato Alagoano 2024, entre CSA e Coruripe, ocorrido neste domingo (21), no Estádio Rei Pelé, em Maceió", diz o trecho inicial da nota.

Polêmica aconteceu no segundo tempo da partida - Foto: Ailton Cruz

O Hulk ainda fez graves acusações ao árbitro, relatando que há problemas pessoais envolvendo João Paulo dos Santos e Franciney Joaquim, atual mandatário alviverde.

"Durante a semana que antecedeu à partida, o presidente Franciney Joaquim manifestou junto à Comissão de Arbitragem da Federação Alagoana de Futebol a preocupação com a escalação do referido árbitro, tendo em vista o histórico de controversas entre este e o clube e o atrito pessoal entre ele e o presidente Franciney Joaquim, além do recente histórico de erros crassos, em partidas envolvendo o CSA, como no jogo contra o Aliança, válido pelo Campeonato Alagoano 2023, em que o árbitro marcou dois pênaltis para a equipe da capital".

Nesta segunda-feira (22), João Paulo privou as redes sociais pessoais. A Gazetaweb.com entrou em contato com o árbitro e com a Federação Alagoana de Futebol (FAF), mas não obteve resposta. O presidente da comissão de arbitragem da FAF, George Feitosa disse: "Sobre a nota do clube, não irei responder a eles, é um direito do clube se manifestar. Vou analisar o lance e tomar as decisões da arbitragem".

Coruripe espera pronunciamento da FAF - Foto: Ailton Cruz

Em nome do presidente Franciney Joaquim, o Coruripe disse que espera uma investigação criteriosa contra o árbitro.

"Esperamos que a FAF, CBF e TJD investiguem a conduta antiprofissional, tendenciosa e parcial do árbitro João Paulo dos Santos Nascimento, afastando-o dos jogos da Associação Atlética Coruripe, assim como do Campeonato Alagoano 2024, visando evitar o acuamento das equipes de menores investimentos em jogos comandados pelo referido árbitro".

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p