Atacante Thiaguinho é apresentado no CSA e visa acesso para Série B

Novo reforço do Azulão comentou sobre suas características e passagem pelo Flamengo

Nesta quinta-feira (9), no Nelson Peixoto Feijó, a nova diretoria do CSA iniciou os trabalhos e já apresentou reforços. Anunciado no início da semana, o atacante Thiaguinho conversou pela primeira vez com a imprensa e vestiu a camisa do Azulão. O jogador de 21 anos já está regularizado e pode estrear pelo clube marujo.

Antes de dar a palavra para o novo reforço azulino, quem falou foi o executivo de futebol Sidicley Menezes. O dirigente deu boas-vindas ao atacante e ressaltou a experiência internacional de Thiaguinho, que atuou no Houston Dynamo, do Estados Unidos, em 2022.

"Com imensa satisfação, a gente apresenta nosso novo atleta, um atacante jovem, mas com muita vivência no futebol. Eu, particularmente, o acompanhei bastante na época em que começou sua trajetória. É um jogador bastante versátil, que joga tanto pelos lados e com uma experiência internacional. Quero desejar boas-vindas ao nosso elenco, e que possa fazer a diferença", disse.

Questionado sobre suas melhores características, Thiaguinho ressaltou o seu jogo de combate, além de uma forte finalização.

"Se eu fosse descrever meu ponto forte, é meu jogo de um para um, minha finalização, que é muito boa. E tenho certeza que eu vou mostrar isso aqui, vim aqui para dar meu futebol, para conquistar os objetivos, acessos, títulos", afirmou.

O novo atacante do CSA também respondeu se a oportunidade no Azulão é uma chance de volta a alavancar a carreira. Thiaguinho não titubeou e confirmou.

"Creio que sim [é o momento de alavancar a carreira], vim aqui com esse intuito. A partir do momento que aceitei a proposta do CSA, eu botei na minha cabeça. Eu gosto de jogar mais aberto", confessou.

Thiaguinho foi contratado por empréstimo junto ao Flamengo, até o fim da Série C. Apesar de ter seus direitos ligados ao clube carioca, ele não teve muitas oportunidades no Fla.

"Desde que eu cheguei [no Flamengo], foi um pouco difícil porque, logo em seguida, teve a pandemia, então praticamente quase não tive oportunidade. No ano seguinte, eu voltei para o Náutico emprestado, daí retornei ao Flamengo, fiquei no Sub-20, fiz alguns gols, tive algumas oportunidades no profissional e não consegui dar sequência. Faz parte".

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p