Davi Filho declara neutralidade na disputa do segundo turno em Maceió

Deputado explica que os nomes que disputam a preferência do eleitorado maceioense não representam o sentimento do que ele considera melhor para Maceió

O terceiro colocado na disputa pela prefeitura de Maceió, Davi Davino Filho (PP), declarou, nesta quinta-feira (19), neutralidade no segundo turno. Dono de um capital político de 97.409 votos, ele desistiu da composição de uma frente anti-Renans.
"Passei esses últimos três dias pensando muito e cheguei a conclusão que não tenho como apoiar nenhuma das candidaturas que estão postas", explicou Davi. 
O deputado esclareceu que os nomes que disputam a preferência do eleitorado maceioense, Alfredo Gaspar (MDB), apoiado pelos Calheiros e Rui Palmeira, e João Henrique Caldas, o JHC (PSB), que defende a mudança, não representam o sentimento do que ele considera o melhor para Maceió. 
"Os maiores motivadores para que eu fosse candidato nesse ano foi justamente isso. Eu não conseguia ver onde é que nossa cidade seria contemplada. Os anseios da nossa cidade são muitos e nenhuma das candidaturas conseguem suprir isso. Por isso, eu me mantenho neutro neste segundo turno", completou Davi.
Ele concluiu o vídeo desejando aos candidatos "boa sorte" e que façam uma eleição baseada em propostas, pensando na cidade e no povo de Maceió. Assim como no primeiro comunicado após a derrota, ele voltou a agradecer ao seus eleitores dizendo que está "muito feliz com a expressiva votação".
Veja o vídeo com a declaração dele.