Rei Charles inicia plano para enfrentar exposição de racismo em livro

Monarca britânico, o rei Charles terá de iniciar um plano para conter as revelações bombásticas expostas no livro Endgame, de Omid Scobie

Em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, para participar da agenda da COP28, o rei Charles III precisou retornar para o Reino Unido em meio a uma onda emergencial. O monarca britânico terá de iniciar um plano para conter as revelações expostas no livro Endgame, de Omid Scobie. Uma das bombas lançadas foi o nome dos responsáveis por falas racistas.

O príncipe Harry e Meghan Markle nunca revelaram a identidade dos membros da realeza que questionaram a cor do primogênito, Archie. Entretanto, a versão de Endgame liberada na Holanda cita que Charles e Kate Middleton seriam as pessoas que proferiram comentários racistas a respeito do tom de pele do menino. Os nomes não foram mencionados na edição em inglês.

Segundo o portal britânico Express, o rei contará com o apoio do primogênito, o príncipe William, e de colaboradores do Palácio de Buckingham para, juntos, administrarem a séria turbulência: “Os principais assessores se reunirão para criar um plano de batalha sobre como conter as consequências potencialmente prejudiciais da publicação de Endgame”.

Leia a matéria completa em Metrópoles.com

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p