Pocah chora ao dizer que clipe foi 'censurado': 'Revoltada'

Cantora diz que está indignada com a 'imposição de limite' do YouTube ao vídeo de 'Muito Prazer' sobre sexualidade feminina

Pocah, de 26 anos, teve o alcance do clipe de Muito Prazer, lançado nesta sexta-feira (30), limitado pelo YouTube. Em seus stories, a cantora desabafou sobre o julgamento da plataforma, afirmando estar "revoltada" com o critério adotado.

"Estou muito arrasada, muito triste porque meu clipe de Muito Prazer acabou de ser censurado. Quando isso acontece, ele alcança um número bem menor de pessoas, não é entregue pra todos. Assim, a música se perde. Perde a mensagem principal dela, que é a liberdade da mulher. É até uma ironia", lamentou.

Pocah reforçou que o clipe é o mais caro de sua carreira, e que está realizado com o que entregou aos fãs. "Trabalho lindo, do qual estou muito orgulhosa. Eu falo sobre o prazer feminino na música. Por que eu não posso falar disso em pleno século XXI? 2021, e uma mulher falando sobre seus prazeres assusta. E ver que não é com todo mundo que isso acontece...", avalia ela.