Charlie Sheen é processado por dívida de mais de R$1 milhão, diz site

'Se eu fosse a AMEX, eu também estaria me processando', disse ele o ator ao site 'TMZ' nesta segunda-feira, 16.

Charlie Sheen está envolvido em mais uma encrenca, diz o site "TMZ". Desta vez, o ator está sendo processado pela American Express por ter saldo devedor de US$ 287,879.28 (valor equivale a aproximadamente R$1.007.589.07). Documentos obtidos pelo site mostraram que o valor deveria ter sido pago no dia 12 de maio deste ano mas Charlie ainda não quitou a dívida que inclui US$8,357.69 (cerca de R$ 29 252.2514) em juros pelo atraso.
Procurado pelo site, Charlie comentou a situação financeira e o processo. "Se eu fosse a AMEX, eu também estaria me processando", disse ele que ainda culpou um gerente financeiro pelo ocorrido.
Briga em bar
Em outubro de 2015, Charlie Sheen se envolveu em uma briga com um baixista em um bar da Califórnia. De acordo com o site "Radar Online", a discussão começou quando o músico tentou fotografar o ator. Sheen não gostou e acabou derrubando o celular do baixista no chão. Então, os dois partiram para agressões que fizeram Charlie ser expulso do local imobilizado pelos seguranças.
HIV positivo
Em novembro de 2015, Charlie Sheen confirmou as especulações publicadas em revistas e sites de celebridades de que ele é portador do vírus HIV. "Estou aqui para dizer que sou HIV positivo", disse Sheen, em entrevista ao vivo ao "Today", da rede norte-americana NBC. "Descobri quando comecei a ter uma série de dores de cabeça e fui hospitalizado. Achei que tivesse um tumor cerebral. Mas depois de uma bateria de exames eles entraram no quarto do hospital e... São três letras difíceis de digerir", contou.
Durante a entrevista, o ator afirmou que sempre foi honesto sobre sua condição e que não sabe como contraiu o vírus. "É impossível eu ter transmitido o vírus para alguém. Sempre contei para as pessoas com quem me relacionei sobre a minha condição e fiz sexo seguro. Sem exceções".
Mesmo assim ele conta que foi chantageado por prostitutas e que teve de pagar para algumas manterem o segredo. "Sempre fui honesto e fiz sexo com proteção. Mesmo assim, fui chantageado e extorquido", disse ele, acrescentando: "Paguei muita gente, mas não quero entrar em detalhes sobre quantas. Não foi muito dinheiro, mas o suficiente para chegar à casa dos milhões (de dólares). O que as pessoas esquecem é que isto é dinheiro que elas tiram dos meus filhos e não só de mim."