Miss Universo passa a aceitar mulheres grávidas, mães e divorciadas

Regra anterior permitia a inscrição apenas de mulheres sem filhos e solteiras, com idades entre 18 e 28 anos

Após sete décadas, o concurso Miss Universo vai permitir, pela primeira vez, a inscrição de mulheres grávidas, mães, casadas e divorciadas. A nova regra passa a valer a partir de 2023.

Em entrevista ao jornal The National, a CEO do Miss Universo disse que a mudança é um processo natural do concurso e afirmou que “a decisão pessoal de um ser humano não deve ser uma barreira para o sucesso”.

“Pesquisas recentes mostram que a média de idade de casamento e primeira gravidez para mulheres, globalmente, começa aos 21 anos. Apesar das diferenças em nossas culturas e crenças, isso permite a todas as mulheres que coloquem seus destinos nas próprias mãos, e vamos acomodar quem for Miss Universo de acordo”, declarou Amy Emmerich.

A edição deste ano da competição, que ainda seguirá a norma ultrapassada, já elegeu as concorrentes e acontecerá em dezembro.