Livro “Dicionário de um Pediatra”, de Milton Hênio, ganha nova edição pela Editora Cesmac

Lançamento ocorreu em evento coletivo. Outros oito títulos de autores alagoanos foram anunciados

O livro "Dicionário de um pediatra”, do médico Milton Hênio Netto de Gouveia, ganhou uma nova edição, nessa segunda-feira (22), lançada pela Editora Cesmac. Na ocasião, além do título do pediatra alagoano, outros oito livros foram lançados, todos assinados por autores de Alagoas e com a chancela da instituição de ensino.

“A Editora Cesmac vem se destacando em Alagoas. No ano passado, tivemos 12 lançamentos. Este ano, são nove títulos, de nove áreas de conhecimento. Do Direito à Medicina”, destaca o professor Rodrigo Guimarães, coordenador de extensão do Cesmac.

Lançado em 1999 como “Pequeno Dicionário de um Pediatra”, a atualização do livro do Drº Milton Hênio traz conselhos profissionais e, sobretudo, orientações para mães neófitas. São recomendações sobre alergias, amamentação, anemia, brinquedos, bronquite, brigas de crianças, chupeta, cólicas, consulta, crescimento, cuidados com acidentes, família, hábitos, além de diversas outras questões que envolvem a infância e o cuidado com as crianças.

Entre as novidades da nova edição está o prefácio da obra, que é assinado pela neta do médico, a também pediatra Larissa Gouveia.

“Em Dicionário de um Pediatra, Milton Hênio, com toda a genialidade digna de um mestre das palavras, consegue trazer ao leitor, de maneira simples, em linguagem acessível a especialistas e leigos, algumas condutas a serem aplicadas nas principais condições clínicas em Pediatria”, afirma Larissa Gouveia em trecho do prefácio.

Milton Hênio se formou em Medicina pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) em 1962. Ele dedicou 58 anos da sua vida ao cuidado com as crianças e se tornou a "cara" da pediatria alagoana, inclusive na televisão, onde atuou na promoção à saúde e prevenção das doenças da infância.

“Tudo isso tendo como protagonista o amor: amor à vida, amor a Deus, amor à profissão, amor a cada criança e família que chegou em seu consultório. Amante da vida e de tudo que ela lhe traz, ao escrever Dicionário de um Pediatra, Milton Hênio junta duas de suas grandes paixões, Pediatria e Literatura, em uma única obra”, afirma a neta do médico em outro trecho.

Durante o evento de lançamento, Milton Hênio, que anunciou aposentadoria este ano, declarou em versos o seu amor por Alagoas. “Meus caríssimos amigos, queiram bem à nossa terra. A nossa pequenina Alagoas, cheia de lindas praias, canaviais, rios e lagoas. Nossa querida terrinha, cheia de belezas e primores, de pássaros tão falados e famosos trovadores”, iniciou o médico.

“Tive a imensa alegria de minha neta Larissa, docente da cadeira de pediatria do Cesmac, este livro prefaciar. Para ela meu forte abraço e a minha admiração, a certeza de que eu sei que estou bem guardado em seu coração”, afirmou o pediatra.

NOVE LIVROS

O lançamento coletivo das obras contou com a presença de intelectuais e estudantes, além dos autores, que conversaram com o público sobre a importância do fomento à leitura e o incentivo para que eles continuem pesquisando e produzindo.

As obras lançadas são: “Opúsculo da descripção geographica, topographica, phizica, política e histórica, do que unicamente respeita à província das Alagoas no Império do Brazil” organizado pelo Vice-Reitor do Cesmac, professor Douglas Apratto Tenório; “Brasil e Paraguai: as origens, o conflito, o reencontro” de J. F. Maya Pedrosa; “Capítulos da História da Igreja” de Álvaro Queiroz; “O Olhar Interdisciplinar do Direito: Uma dinâmica de resolução de conflitos” organizado por Sonia Maria Albuquerque Soares e Zelinda Maria Albuquerque Pinheiro; “Extensão Universitária em tempos de pandemia: Diretrizes para as atividades remota e híbrida” de José Rodrigo de Araújo Guimarães; e “Padre Cícero do Juazeiro: Condenação e Exclusão Eclesial à Realidade Histórica” do Padre Manoel Henrique de Melo Santana.

Além das obras: “Dicionário de um Pediatra” do Dr. Milton Hênio Netto de Gouveia; “São Miguel dos Campos: Fatos históricos de minha terra” de Ernande Bezerra de Moura; e “Primeiros Socorros: Antes de ligar 192” organizado por Álvaro Bulhões e Rafael Vasconcelos.

MILTON HÊNIO

O médico Milton Hênio entrou na Faculdade de Medicina de Alagoas em 1957, concluindo o curso em 1962. Ele trabalhou no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, em clínicas e hospitais de Maceió.

Milton Hênio é membro de diversas entidades nacionais e locais como a Sociedade Brasileira de Pediatria, Sociedade Medicina de Alagoas, Academia Alagoana de Medicina, Sociedade Brasileira de Médicos, escritores e Academia Brasileira de Médicos Escritores e Academia Alagoana de Letras.

Ele também escreve artigos no jornal Gazeta de Alagoas e é o entrevistado na TV Gazeta no quadro de Saúde para dar dicas sobre como os pais devem lidar com a saúde dos filhos. O médico e intelectual também integra o Conselho Estratégico da Organização Arnon de Mello. Em 2017, ele foi homenageado com a comenda Lêdo Ivo, da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE).