Estreia de filme sobre Selma Britto leva multidão ao Gustavo Leite

Documentário "Selma Britto, Notas da Vida" foi exibido em noite de homenagens com entrada gratuita

A concorrida noite de estreia, que apresentou ao público o documentário “Selma Britto, Notas da Vida”, evidenciou o carinho da sociedade pela dama da música de Alagoas. Na noite desta terça-feira (5), no Teatro Gustavo Leite, Centro de Convenções de Maceió, uma multidão se reuniu para celebrar a trajetória da pianista de 85 anos, cuja história se confunde com a da música alagoana, do erudito ao popular.

O filme é uma produção da Organização Arnon de Mello (OAM), por meio da TV Mar (canal 525 da NET-Claro) e explora, em 45 minutos, a ousadia da artista de Maceió, que se tornou uma referência nacional e internacional no seu ofício. Selma Britto, pianista clássica habilidosa e incentivadora das artes, fez história em Alagoas com seus megaconcertos no Teatro Deodoro, além de ser a idealizadora do Concerto aos Domingos, que ocupou por anos o salão nobre do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (IHGAL).

SELMA BRITTO - Foto: Ailton Cruz

Para Fernando James, diretor da TV Mar e idealizador de uma série de produções audiovisuais que se propõem a salvaguardar as histórias de personalidades alagoanas, o grande público que compareceu à noite de estreia e homenagens mostra a razão pela qual Selma Britto é considerada o maior baluarte contemporâneo da música local.

“Selma é a grande dama da música de Alagoas. Uma mulher que respira musicalidade. Hoje, estamos imortalizando a sua vida e obra com essa produção. Selma vai do erudito ao popular numa sinergia incrível. Além de ser essa artista fantástica, ela merece todas as nossas homenagens por ser essa pessoa tão maravilhosa. São mais de 30 anos dedicados à música e, como pessoa, por onde ela passa, distribui abraços, beijos, afeto e carinho. Deixa sempre uma mensagem de fé e esperança", pontua James.

O lançamento do filme “Selma Britto, Notas da Vida” tem apoio cultural do Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa (Secult). A obra audiovisual também conta com patrocínio da Equatorial Alagoas, Cesmac, Hospital Carvalho Beltrão, Francis, OX, Sococo, TCE-AL, Vinho Gentileza e Barulhinho Bom.

UMA OBRA PARA A HISTÓRIA

Selma Britto, ao lado de familiares, do diretor-executivo da OAM, Luis Amorim, e do diretor comercial da Gazeta, Fernando James - Foto: Ailton Cruz

Formatado a seis mãos, o documentário tem imagens de Aldo Correia, edição de Paulo Mendonça e roteiro de Eduardo Carvalho. Resumir uma vida com tantos acontecimentos importantes e passagens que mereciam o registro foi um grande desafio enfrentado pela produção.

“Deu trabalho, mas foi muito prazeroso. Homenagear Selma Britto é algo muito justo. Ela é uma mulher que fez sua história como musicista e também como mulher e mãe. Uma artista dos grandes palcos e que frequentava o Mercado da Produção, junto com o povo. Foi uma experiência linda", afirma Eduardo Carvalho.

O diretor-executivo da Organização Arnon de Mello, Luis Amorim, reitera o compromisso da OAM, em todos os seus negócios e veículos de comunicação, de privilegiar artistas e personalidades alagoanas. “Nós temos feito produções com grandes personalidades de Alagoas. Aos 85 anos, é a vez de Selma Britto. Uma artista que transita do erudito ao popular com uma naturalidade imensa. É um momento emocionante. Toda a sociedade alagoana precisa conhecer e reverenciar a trajetória dessa mulher merecedora da nossa homenagem", diz.

Selma Britto recebe homenagem da Organização Arnon de Mello - Foto: Ailton Cruz

Com o sorriso que lhe precede, a homenageada recebeu centenas de convidados com um abraço. Visivelmente emocionada, Selma Britto diz que a noite lhe proporcionou reencontrar amigos, familiares e admiradores.

“É uma noite realmente muito especial na minha vida. Agradeço de coração e com uma emoção ímpar pelo dia de hoje, que está sendo muito além daquilo que eu imaginava. Eu sinto muita verdade nisso tudo e fico feliz por ser representante da arte da música. Eu tive o privilégio de, desde os sete anos, conhecer a música e viver com ela e para ela. Eu não esperava receber tamanha homenagem. Estou emocionada”, declara Selma Britto.

Além da estreia com entrada gratuita no Teatro Gustavo Leite, o filme também será exibido na programação da TV Mar, que pode ser acessada pelo canal 525 da NET-Claro, pelo YouTube e também pelo portal Gazetaweb.com.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p