Rússia produz o primeiro lote de vacina contra a Covid-19 para animais

País já produziu 17 mil doses do imunizante

A Rússia produziu o primeiro lote mundial - 17 mil doses - de vacinas contra a Covid-19 para animais, disse seu regulador agrícola na sexta-feira (30).

A Rússia registrou o Carnivac-Cov em março, depois que testes mostraram que ele gerava anticorpos contra Covid-19 em cães, gatos, raposas e visons.

O primeiro lote será fornecido para várias regiões da Rússia, disse o regulador Rosselkhoznadzor em um comunicado.

Ele disse que empresas da Alemanha, Grécia, Polônia, Áustria, Cazaquistão, Tajiquistão, Malásia, Tailândia, Coréia do Sul, Líbano, Irã e Argentina expressaram interesse em comprar a vacina.

A Organização Mundial da Saúde expressou preocupação com o risco de transmissão do vírus entre humanos e animais. O regulador russo disse que a vacina seria capaz de proteger espécies vulneráveis e impedir mutações virais.

"Cerca de 20 organizações estão prontas para negociar o registro e o fornecimento da vacina aos seus países. O arquivo para registro no exterior, em particular na União Europeia, está em preparação e será prontamente usado para o processo de registro", disse o russo.