Vazamento de gás causa correria no aeroporto de Guarulhos

Imagens e relatos mostram algumas pessoas correndo na manhã desta segunda (5). O administrador GRU Airport informou que o problema ocorreu na chopeira de um quiosque

A suspeita de vazamento de gás num restaurante causou pânico e correria entre passageiros na manhã desta segunda-feira (5) no aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo. Vídeo e foto feitos por uma passageira mostram algumas pessoas correndo perto de cones e faixas que foram derrubados antes por causa da confusão.

Por telefone, a jornalista Sarah Brito, de 31 anos, contou ao g1 que estava na fila de raio-x, antes do setor de embarque, quando ouviu um "chiado alto", que assustou as demais pessoas na fila, por volta das 8h30.

"Começou um chiado muito alto e muito forte e aumentando. Aí todo mundo ficou parado. Até que o pessoal começou a correr. Correram com o chiado porque era muito alto e achei que algo fosse explodir. Parecia que estava vazando alguma coisa. Foi gente atropelando faixas e postes, derrubando tudo. Alguns iam e voltavam porque o chiado ia e voltava. Eu também corri para o final, da parte da porta de entrada, para essa área de segurança", falou Sarah.

"Fiquei atrás de uma pilastra tentando fugir do risco de explosão", comentou a passageira, que depois ouviu funcionários do aeroporto pedindo para os passageiros voltarem porque o barulho havia acabado. "O chiado parou e a situação se normalizou."

Segundo Sarah, a suspeita foi de que ocorreu um vazamento de gás num dos restaurantes do aeroporto, já depois da área do raio-x. De acordo com ela, dois seguranças do aeroporto foram para a frente de um restaurante após a confusão.

"Fui perguntar para as duas atendentes, que são do restaurante Pizza Hut, na frente do raio-X do embarque doméstico de Guarulhos, elas disseram que foi um vazamento de gás. Tinha uma dupla de seguranças, eu perguntei também: disseram que estava tudo certo", afirmou a jornalista.

A reportagem não conseguiu localizar a Pizza Hut para comentar o assunto.

Procurada pela reportagem, a GRU Airport não respondeu se teve mesmo vazamento de gás no restaurante.

Por meio de nota, sua assessoria comentou ter ocorrido um "problema" num equipamento e que isso não afetou a rotina do aeroporto.

"A GRU Airport, que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, informa que na manhã desta segunda-feira (05), houve um problema na chopeira de um quiosque no terminal 2. A concessionária esclarece que não houve nenhuma ocorrência e que o aeroporto está operando normalmente", informa o comunicado.