Saúde começa nesta segunda envio de vacinas para AL e outros estados

Ministro disse que poderia 'num ato simbólico de marketing' iniciar a primeira dose 'em uma pessoa', mas não o fez por respeito a prefeitos, governado

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, informou que o governo começa a partir das 7h desta segunda-feira (17) a distribuição de vacinas contra a Covid-19 para Alagoas e outros estados do país. O plano de vacinação de Maceió prevê que a vacinação será iniciada nos hospitais estaduais 24 horas após o recebimento das doses. Já nos municípios, a imunização deve iniciar em 48 horas.  
"Está dado o primeiro passo para o início da maior campanha de vacinação do mundo contra o coronavírus", afirmou, referindo-se à aprovação da Coronavac e a da Universidade de Oxford pela Anvisa.
O ministro da Saúde falou ainda sobre a aplicação da primeira dose da vacina e afirmou que  é "uma questão jurídica" e está "em desacordo com a lei". "Poderíamos num ato simbólico ou numa jogada de marketing iniciar a primeira dose em uma pessoa, mas em respeito a todos os governadores, prefeitos e todos os brasileiros, o Ministério da Saúde não fará isso", acrescentou o ministro.
Aprovação
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou neste domingo (17), por unanimidade, o uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19. A reunião que discutiu o tema durou cerca de 5 horas.
Os diretores acompanharam o voto de Meiruze Freitas, relatora dos pedidos. No caso da Coronavac, a diretora condicionou a aprovação à assinatura de termo de compromisso e publicação em "Diário Oficial".
Depois da aprovação, o governo de São Paulo aplicou a primeira dose da CoronaVac na tarde deste domingo (17). A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, na Zona Leste da capital paulista, foi a primeira pessoa, fora dos estudos clínicos, a receber a vacina.
Plano Maceió
A Prefeitura de Maceió informou, na última sexta-feira (13), que prevê vacinar mais de 66 mil pessoas do grupo prioritário para a imunização contra a Covid-19. Os primeiros a serem vacinados na Capital serão os profissionais de saúde, cerca de 42.390 pessoas, idosos acima dos 60 anos acolhidos nas Instituições de Longa Permanência (Ilpis); e pessoas com mais de 75 anos (24.332 pessoas). 
Após a aprovação da Anvisa, o governo de Alagoas disse que a expectativa é que a vacina chegue nesse primeiro momento. De acordo com publicação nas redes sociais, o Ministério da Saúde deverá encaminhar as doses correspondentes aos alagoanos nesta segunda-feira (17).