Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > BRASIL

Mulher conhece namorada em app, viaja e acaba em cárcere privado

Jovem de Curitiba viajou a Brasília para engatar relação virtual com namorada que conheceu em aplicativo


				
					Mulher conhece namorada em app, viaja e acaba em cárcere privado
A jovem viajou para Brasília informando para a família que estava se mudando para a capital para ter relacionamento com uma mulher que conheceu na internet.. Ilustração

Uma jovem de 22 anos, moradora de Curitiba, acabou ficando presa em um relacionamento abusivo, com agressões, violência psicológica e até cárcere privado, após viajar a Brasília para engatar um relacionamento virtual. Ela havia conhecido a namorada por um aplicativo, e decidiu se mudar para o Distrito Federal. A história, no entanto, virou caso de polícia.

A jovem viajou para Brasília informando para a família que estava se mudando para a capital para ter relacionamento com uma mulher que conheceu na internet. Depois da viagem, porém, ela parou de dar notícias. Até que, na última quarta-feira (22), a mãe recebeu um SMS pedindo socorro.

Leia também

A mensagem, que a filha mandou para a mãe, dizia que ela estava em cárcere privado, impedida de usar o telefone, manter contato com a família e até sair de casa sozinha. A mulher procurou a polícia em Curitiba e teve início uma grande operação de investigação em conjunto entre o delegado do 13º Distrito Policial, do local, e a Divisão de Repressão a Sequestros da Polícia Civil do DF.

Saiba mais no site Metrópoles, clicando aqui.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas