“Mais uma batalha vencida”, diz Bruno Covas após receber alta da UTI

Nas redes sociais, o prefeito licenciado de São Paulo, na luta contra um câncer, agradeceu às mensagens de carinho. Ele continua no hospital

O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), compartilhou nas redes sociais uma mensagem de agradecimento nesta terça-feira (4/5) após ter recebido alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele está internado desde o domingo (2/5) em tratamento contra o câncer, no hospital Sírio-Libanês.

Nas Redes, Covas posou ao lado do filho, Tomas, que segura a mão do pai. “Tenho fé que vou vencer cada obstáculo. Agradeço a todas as orações, as mensagens de carinho, a força que vocês tem me dado”, declarou p tucano, que foi diagnosticado com câncer na cárdia em 2019.

Covas deixou UTI

No fim da tarde dessa segunda (3/5), o prefeito da capital paulista foi extubado após ser transferido para um leito de UTI por conta de um sangramento no estômago.

Nesta terça, a equipe médica que acompanha Covas concedeu uma coletiva de imprensa para atualizar o quadro clínico do prefeito. Ele, no entanto, não tem previsão de receber alta.

“Ele foi intubado para fazer um procedimento endoscópico para estancar o sangramento e foi levado à UTI por precaução”, disse David Uip, um dos médicos do prefeito.

No domingo, Bruno Covas pediu licença da prefeitura por 30 dias. Quem assumiu desde segunda foi o seu vice, Ricardo Nunes (MDB).

No dia em que pediu a licença, Covas sentiu um mal-estar e foi levado ao hospital, onde realizou exames de imagem, de sangue e uma endoscopia, que localizou um sangramento decorrente de uma úlcera no estômago.

Ao Metrópoles, o médico Túlio Pfiffer, esclareceu que a úlcera ocorreu exatamente na região da cárdia, onde o câncer do prefeito se originou, “mas é precipitado fazer alguma correlação de piora do quadro”. “Foi uma intercorrência que ocorre nesses casos, e que levará a uma pausa do tratamento oncológico, mas sem nenhum prejuízo”, disse.

Essa condição levou Bruno Covas à UTI do Sírio-Libanês para tratamento da hemorragia.