Mãe é presa suspeita de torturar e matar filha com deficiência no PR

O corpo da vítima foi encontrado com diversas queimaduras, em local insalubre, onde fezes e sujeira estavam espalhadas pelo chão

Uma mulher foi presa suspeita de torturar e matar a própria filha portadora de deficiência, Maria Salete de Oliveira Braz, de 30 anos, no bairro Cajuru, em Curitiba (PR). Além disso, ela está sendo investigada por suspeita de cárcere privado.

O crime ocorreu no dia 4 de maio e a prisão foi feita nesta quinta-feira (19/5). O corpo da vítima foi encontrado com diversas queimaduras, em um local insalubre, com fezes e sujeira espalhadas pelo chão.

No dia do crime, a mãe da jovem, que foi encaminhada à delegacia para prestar depoimento, alegou que ela caiu da escada. A investigada ainda afirmou que a filha chegou em casa na madrugada após ficar dois meses fora.