Após nove anos, reforma de santuário em Ouro Preto está em fase final

O Santuário Matriz de Nossa Senhora da Conceição, cuja restauração está sendo concluída, abriga os restos mortais do Aleijadinho, mestre do barroco brasileiro

Após nove anos, entra na fase final a reforma do Santuário Matriz Nossa Senhora da Conceição da histórica cidade mineira de Ouro Preto. O local abriga os restos mortais do maior símbolo da arte barroca brasileira, o escultor Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho.

A igreja teve a construção iniciada em 1727. Um dos responsáveis pela obra foi o pai de Aleijadinho, Manoel Francisco Lisboa. A igreja tem oito altares e é uma das mais antigas do estado.

Para comemorar o fim da reforma do santuário, uma série de festividades está prevista para o período de 19 a 26 de agosto, conforme divulgado no site da igreja que é considerada patrimônio não apenas religioso, mas também histórico, artístico e cultural.

“Todos poderão ter acesso ao esplendoroso resultado do processo coletivo de cuidado e restauro deste extraordinário patrimônio religioso, histórico, artístico e cultural, local sagrado onde repousam os restos mortais do maior expoente do barroco mineiro”, diz o pároco e reitor do Santuário Matriz de Nossa Senhora da Conceição em convite público à comunidade para as festividades que se iniciam em 19 de agosto, com missa festiva seguida de procissão.