Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > notícias > ARAPIRACA E REGIÃO

IML aguarda resultados de exames para liberar corpo de PM que foi concretado

Sérgio Murilo da Silva, 61 anos, foi encontrado enterrado na casa de um amigo, o qual foi preso sob suspeita do crime


				
					IML aguarda resultados de exames para liberar corpo de PM que foi concretado
PM foi concretado em Arapiraca. Foto: PC/AL

O corpo do policial militar aposentado Sérgio Murilo Nobre da Silva, de 61 anos, permanece no Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca, aguardando os resultados dos exames para a identificação oficial da vítima, determinação da causa da morte e posterior liberação.

Sérgio foi enterrado e concretado no quintal da casa de um amigo na capital do Agreste, onde o corpo foi encontrado na última sexta-feira (21). Esse amigo, considerado pessoa de confiança da vítima, foi preso como suspeito do crime.

Leia também

Segundo informações do IML de Arapiraca, já foram realizadas coletas de DNA e exame da arcada dentária. Agora, aguarda-se o exame de papiloscopia para obtenção das digitais. O corpo da vítima foi encontrado em avançado estado de decomposição, mas suas mãos ainda estavam conservadas.

O IML informou, ainda, que com o feriado de São João nesta segunda-feira (24), prevê-se que o exame seja realizado na próxima terça-feira (25), com o corpo sendo liberado após os resultados.


				
					IML aguarda resultados de exames para liberar corpo de PM que foi concretado
Sérgio estava enterrado a cerca de 60 centímetros de profundidade. Foto: PC/AL

DENÚNCIA ANÔNIMA

O corpo de Sérgio estava enterrado a cerca de 60 centímetros de profundidade no quintal da residência, sendo desenterrado pelo Corpo de Bombeiros. A Polícia Civil (PC) localizou o corpo após receber uma denúncia anônima.

A vítima apresentava uma perfuração no tórax, e facas foram encontradas próximas a ele, sendo recolhidas para análise.

Sérgio estava desaparecido desde fevereiro. O suspeito do crime, amigo da vítima, foi preso em flagrante por ocultação de cadáver, e sua prisão preventiva já foi autorizada pela Justiça. A polícia investiga a motivação do crime, que teria sido provocado por uma desavença entre os dois.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas

X